Veja as fotos do nosso Retiro Nacional de Páscoa de 2013 no Rio de Janeiro Aqui:  1º Dia   2°Dia   3º Dia

Igrejas da Comunidade Metropolitana

Somos uma comunidade de pessoas que compartilham do desejo de viver a mensagem de Jesus de forma a incluir, e não excluir; curar, e não ferir; pacificar, e não guerrear; encorajar, e não desanimar; libertar, e não aprisionar; incentivar a liberdade e criatividade de pensamento.

Home

Cruz ICM

Cruz ICM

 

 

 

 

Cruz ICM - Sinal do Cristianismo Reformado e Radicalmente Inclusivo. Saiba Mais...

Leituras Bíblicas

Liturgia

 

 

 

 

Acompanhem as leituras Bíblicas propostas pelo nosso Lecionário Liturgico.

Programação do Retiro Nacional de Páscoa 2014

 Retiro Nacional de Páscoa 2014

De 17-20 de abril de 2014 em Fortaleza – CE

Tema: Ser ICM – “Desafio de viver a diferença que transforma o mundo”

Lema: “Vós sois o sal da terra, vós sois a Luz do Mundo” Mateus 5: 13 e 14.

Programação


Pré Retiro – Concílio Nacional

(para Lideranças Pastorais, candidatos a Clérigo, Clérigos e Lideres de Ministérios)

Dia 17 de Abril, quinta feira

11:00 - Recepção dos Clérigos e lideranças pastorais.
12:30 - Almoço
14:00 – Inicio do Concílio Nacional - Reunião de Lideranças Pastorais das ICMs do Brasil
16:00 – Lanche
18:30 – Encerramento do Concílio Nacional - Reunião de Lideranças Pastorais das ICMs do Brasil / Jantar

20:00 Culto de abertura do Retiro Nacional – Celebração do Lava-pés – Rev.Cristiano Valério

22:00 Encerramento das atividades do dia.


Dia 18 de Abril, sexta-feira

08:00 - Despertar
09:00 - Café da manhã
10:00 - Devocional Matinal
10:40 – Momentos de Louvor / Testemunho
11:00 – 1º Painel “Ser ICM Desafio de viver a diferença que transforma o mundo.” – Rev.Cristiano Valério
12:30 – Almoço

14:00 -  Oficina: Ser ICM – DESAFIO DE VIVER E CONVIVER COM O HIV. Robério

15:30 - Lanche

16:00 – 2º Painel – Experiência de Deus na ICM - Lideranças Pastorais da ICM Brasil

17:00 - 3ºFormações Discursivas e Formações ideológicas no  Lugar de Culto - Diac. Dario Neto

18:30 - Jantar
19:40 – Momento de Louvor/Testemunho
20:00 – Culto Solene – Instituição da Eucaristia – Mensagem:  Pr. Marcos Lord.
22:00 - Lanche

Dia 19 de abril, sábado

08:00 - Despertar
09:00 - Café da manhã
10:00 – Devocional

10:40 – Momento de Louvor/Testemunho

11:00 -  4º Painel: Desafio de viver a ICM dos nossos sonhos – Presbítera Lea Carvalho
12:30 - Almoço
14:00 -  Culto de Celebração – ICM Delas – Mensagem: Rev. Eliana Vilela
16:00 - Lanche
16:30 – Oficina “Amor na Bíblia e a Essência de Deus” – Alfredo Carballo -  ICM Argentina.

17:0 - Flash Mob – ICM BH / Livre.+
19:00 - Jantar
21:00 - Noite dos Talentos–“A Festa Delas (as pessoas)” Traje mínimo sugerido: Saia
23:00 – Lanche

Dia 20 de abril, domingo
09:00 - Despertar
10:00 – Café da manhã
11:00 - Culto Solene de Páscoa, Santo Batismo e Ordenação Diaconal - Rev. Igor Simões.
13:30 - Almoço
15:00 – Encerramento do Retiro – “Momentos de Testemunhos – Partilhando nossa vivencias no retiro”

17:00 – Despedida

 

Atividade Extra (para as pessoas que estarão em Fortaleza na segunda-feira, 21 de abril, feriado Nacional)

 

Passeio de Barco pela orla.


Saída às 10:30 da Praia de Iracema – Confraternização a Bordo do Veleiro Philosophy.

 veleiro

MEDITAÇÃO QUARESMAL

desertoMEDITAÇÃO QUARESMAL
para Quarta Feira de Cinzas
(5 de Março de 2014)
pela Rev. Dr. Elder Mona West

Joel 2:1-2,12-17 , Salmo 51:1-17 ;
2 Coríntios 5:20 b- 6: 10 ; Mateus 6:1-6,16-21
"O tempo e o Local da Jornada "
Quaresma. Uma temporada de preparação espiritual

Bem, aqui estamos nós de novo. É Quaresma. Na Quarta Feira de Cinzas começa uma jornada de quarenta dias (além de domingos) até a Páscoa. Esta época na vida da Igreja é formada após Jesus passar 40 dias no deserto, onde jejuou, orou e lutou com a tentação em um esforço para discernir a sua verdadeira relação com Deus. A cada ano, os cristãos são chamados a diminuir o ritmo de sua vida agitada e entrar em quarenta dias de introspecção marcados por disciplinas espirituais como a oração, a esmola e o jejum, a fim de discernir o nosso verdadeiro relacionamento com Deus.

O tempo e o local de transformação e cura, diz Jesus, está em segredo. O nosso centro de calma é o lugar da transformação. É nesse espaço silencioso, esse espaço secreto, esse ponto de centralização vazio nos corações de todos os crentes, onde esperamos em Deus para nos falar, para nos ver no silêncio, e para nos chamar de uma maneira profundamente íntima.

Na história da Igreja Cristã, a forma como as pessoas fizeram este caminho quaresmal é " desistir " ou " assumir " certas coisas. Este desistir ou assumir é o que é conhecido como práticas ou disciplinas espirituais. O jejum, o deixar de comer alimentos por um tempo, ou deixar um mau hábito, ou gastar tempo demais com televisão ou internet; a oração, ou tendo um tempo especifico e uma maneira de falar com Deus; e a esmola, a doação de nós mesmos aos outros através de atos de bondade ou presença, são práticas espirituais que preparam o solo de nossas almas para a obra de Deus de transformação em nós.

Às vezes confundimos a prática com a transformação. As práticas em si mesmas não nos transformam, pois eles limpam um espaço em nossas vidas para Deus agir. A passagem de Mateus 6 mostra este ponto. Observe que Jesus não diz: "se você orar " ou " se você der esmola " ou " se você jejuar. ' Ele diz que "quando" você fizer essas coisas, práticas espirituais na vida de um cristão não são opcionais. Eu acredito que nós somos chamados a práticas espirituais ao longo do ano . Quaresma nos ajuda a entender isto para nos impulsionar.

Jesus nos adverte que é preciso ser claro sobre a nossa motivação para estas práticas espirituais. Algumas pessoas se envolvem no desistir e assumir de disciplinas espirituais para ostentar sua força de vontade, ou para parecer santo, ou para provar a Deus ou a si mesmos que podem ganhar graça e perdão . A sua prática não resulta em transformação. Sua prática irá resultar na fonte de motivação: louvor e admiração dos outros ou uma auto-suficiência falha.

Mas quando a nossa motivação é esperar em Deus nos lugares secretos de nossos corações, para limpar um espaço para Deus agir através da prática de disciplinas espirituais, então a recompensa é a transformação nos lugares secretos de nossos corações.

Para este período de quarenta dias, todos nós somos convidados a entrar em aliança com Deus e uns com os outros, para sermos intencionados sobre esta “viagem interna” que vamos fazer juntos. Nossa aliança com Deus e uns com os outros, porque Deus é um Deus de aliança. A aliança de Deus com a gente é a redenção e transformação. Deus realiza em nós o que não podemos fazer por nós mesmos .

Essa é a essência da mensagem do Salmo 51. O salmista clama a Deus : "Cria em mim um coração puro e coloca um espírito reto dentro de mim Você deseja a verdade em meu ser interior , então ensina-me a sabedoria nos lugares secretos do meu coração. ". Deus não nos obriga a "trabalhar em nós mesmos " até que sermos dignos. Deus não olha como santos e puros pensamos que somos, só porque oramos, jejuamos e dízimarmos . A única coisa que Deus pede de nós é um espírito voluntário e um coração contrito.

Quaresma abre esses lugares secretos no coração de cada um de nós. É uma viagem intencional com Jesus para o deserto. Que outra geografia existe lá que nos convida a esse tipo de transformação? Terry Tempest Williams diz assim:

É estranho como desertos nos transformam em crentes. Eu acredito em andar em uma paisagem de miragens, porque você aprende a humildade. Eu acredito em viver em uma terra de pouca água, porque a vida é desenhada em conjunto. E eu acredito na coleta de ossos, como uma prova de espíritos que se mudaram.

Se o deserto é santo, é porque é um lugar esquecido que nos permite lembrar o sagrado. Talvez seja por isso que cada peregrinação ao deserto é uma peregrinação a si mesmo. Não há lugar para se esconder, e por isso somos encontrados.
 

Igreja Global chama para ação após assinatura do projeto de lei “Prendam os Gays” de Uganda “Perseguição e brutalidade não são diferenças culturais, são crimes contra a humanidade!”

IGREJAS DA COMUNIDADE METROPOLITANA
NOTA DE IMPRENSA
 
Rev.Nanci WilsonIgreja Global chama para ação após assinatura do projeto de lei “Prendam os Gays” de Uganda
“Perseguição e brutalidade não são diferenças culturais, são crimes contra a humanidade!”
 
A Rev. Drª Nancy Wilson é a moderadora das Igrejas da Comunidade Metropolitana (ICM), que conta com clérigos em mais de 40 países.  A Drª Nancy Wilson liderou o primeiro grupo de líderes religiosos LGBT a se reunir com a equipe da Casa Branca em 1979. Ela serviu como membro do Conselho Consultivo de Parcerias de Fé e Vizinhança do Presidente Obama.
 
A líder global da maior igreja baseada na aceitação de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI) convocou à ação após o projeto de lei “Prendam os Gays” ter sido assinada em Uganda.
 
“Líderes de Uganda decidiram lançar lenha na fogueira da brutalidade e da violência a postos patrocinada pelo Estado”, disse a Rev. Drª Nancy Wilson, moderadora das Igrejas da Comunidade Metropolitana (ICM). “Embora muitos aleguem motivos religiosos para perseguir minorias sexuais, o ódio nunca é um sinal de uma fé compromissada com a preservação da vida. Clamamos que todas as pessoas de boa fé e líderes patrióticos denunciem e ajam para parar essa crise global de perseguição.”
 
“Enquanto os LGBT voam para longe de seus lares para não serem agredidos ou presos, eu peço que líderes civis e religiosos levantem suas vozes contra essa perseguição perversa. Perseguição e brutalidade não são diferenças culturais, são crimes contra a humanidade!”
 
“As embaixadas estadunidenses não facilitam a concessão de asilo nos EUA, então pedimos que os membros e amigos da ICM fornceçam apoio financeiro para o projeto REFUGIADOS E IMIGRANTES DA ICM TORONTO. A ICM Toronto opera diretamente com o governo do Canadá, que dobra as doações conseguidas para reassentar os LGBTI fugidos de perseguição.
 
Saiba Mais
MCC Toronto Refugee & Immigration Project Charter (Projeto Refugiados e Imigrantes ICM Toronto)
 
Doe diretamente
MCC Toronto "Canada Helps" Charity Profile (“Canadá Apóia”, perfil de filantropia da ICM Toronto)
 
Se você selecionar Donate Now (Doe Agora), no item Fund/Designation (Fundo/Destinação) escolha 4 – Patrocínio a refugiados
 
Se você escolher doar mensalmente, escolha “Refugee Sponsorship Fund” (Fundo de patrocínio a refugiados) na seção Message/Insrtuctions (Mensagens/Instruções).
 
A situação é urgente. Essas campanhas perversas têm de parar em Uganda. Isso tem que parar em Uganda. Isso tem de parar na India. Isso tem de parar na Rússia. Isso tem de parar na Jamaica.” 

Ouse Pensar Fora da Caixa: Como devemos ler a Bíblia?

“Tudo o que dizemos do infinito nós dizemos com um instrumento finito. Tudo o que dizemos do absoluto dizemos a partir de um instrumento relativo. Tudo o que dizemos do Self é dito pelo Ego. Tudo o que sabemos de Deus é um ser humano que disse. Esta visão de Deus ou esta visão do infinito, do sem limites, tem os limites do instrumento que o recebe. Assim, não podemos absolutizar nenhuma representação. Porque será sempre uma representação finita, do infinito.”  Jean-Yves Leloup

Jesus LendoÉ importante que reconheçamos que, muitas vezes, na história da fé, houve ocasiões em que a verdade supostamente imutável mudou.

Nós, cristãos, faríamos bem em reconhecer humildemente que os nossos textos sagrados também são limitados e falíveis. Jesus fez isso durante todo o seu ministério.

Os Evangelhos nos informam que Jesus não teve nenhum problema em rejeitar ou reinterpretar os textos sagrados dentro de sua tradição judaica.

Por exemplo, algumas autoridades religiosas da época de Jesus abusivamente utilizavam Deuteronômio.24:1 para justificar o divórcio por qualquer motivo, da mesma forma que as autoridades religiosas hoje usam abusivamente as Escritura para condenar a comunidade LGBT, tolerar violência, e subjugar as mulheres no lar e na igreja.

Jesus rejeitou Deut. 24:1, oferecendo uma leitura crítica deste texto. Disse que esta lei não veio de Deus (como dizia as Escrituras), mas do próprio Moisés, que fez a concessão devido à dureza de seus corações (Marcos 10:2-5).

O 4º mandamento da lei de Deus descrito em Êxodo 20:8-11 ordena que nenhum trabalho fosse feito no sábado do Senhor. Jesus em vários momentos desobedece ao tal mandamento, seguido ao pé da letra, pelos religiosos fundamentalistas de seu tempo. Numa ocasião cura um homem com a mão ressequida e é condenado pelos religiosos que se sentem obrigados a matar Jesus para obedecer às escrituras - Êxodo 35:2. (Mateus 12:9-14)

Interessante também considerar como José desobedeceu Deut. 22:21, decidindo deixar Maria secretamente sem trazer vergonha pública sobre ela (Mateus 1:18-19). O evangelho de Mateus diz que José fez isso porque ele era um "homem justo." Obviamente, do ponto de vista de Mateus, é "justo" desobedecer o que a Bíblia diz.

Para o Cristão, quando se trata de textos sagrados a questão crítica não é “o que a Bíblia diz”, e sim: “O que Jesus diria sobre o que a Bíblia diz”. Será que Jesus faria uma leitura crítica ou o rejeitaria? Será que Jesus ofereceria uma nova leitura ou uma interpretação nova?

Estaria Jesus disposto a aconselhar que obedecêssemos a textos sagrados como:

Êxodo 21:7 – Que autoriza a vender a filha como escrava.

Levítico 25:44 – Que autoriza possuir escravos, tanto homens quanto mulheres, se eles forem comprados de nações vizinhas.

Êxodo 35:2 – Que diz que quem trabalha aos sábados deve ser morto. Ex: Números 15:32-36 Um homem que no Sábado estava pegando gravetos de lenha para uma simples fogueira é apedrejado até a morte segundo a ordem atribuída a Deus nas escrituras.

Levítico 11:10 – Que diz que comer moluscos é abominação.

Levítico 21:17-21 – Que diz que quem tem problemas de visão NÃO pode aproximar-se do altar de Deus.

Levítico 19:19 – Que proíbe plantar dois tipos de vegetais no mesmo campo, usar roupas de dois tipo diferente de tecidos...

Deuteronômio 22:13 – Que diz que  a noiva não chegar virgem ao casamento deve ser apedrejada na frente da casa dos Pais

Deuteronômio, 21:18-21 – Que diz que filhos desobedientes devem ser apedrejados até a morte.

Levítico, 12:1-5 – Que diz que ao dar à luz um menino, a mulher ficará impura por 40 dias. Se for uma menina ficará impura 80 dias!

 

Aconselho fazermos três perguntas sobre o texto bíblico para determinar seu valor redentor.

1-    O que o texto fala sobre a bondade de Deus? Eu creio que Deus é bom, que Deus é sempre melhor do que o nosso melhor. Se o Deus descrito em um texto não é tão amoroso, justo, bom, de confiança, pleno em perdão, compaixão, etc., então este texto não pode, possivelmente, apresentar um retrato autêntico de Deus.

2-     Isso me faz querer ser bom? Será que o texto de alguma forma oferece uma visão de Deus ou possibilidade humana que me inspira a lidar com minhas imperfeições e a me esforçar por meio da graça de Deus a ser uma pessoa melhor?

3-    É razoável? Eu quero dizer: "É provável?" Ou "É sem inconsistências?" Muitas vezes, a autêntica verdade espiritual está cheia de paradoxos e contradições. O que quero dizer é: "Será que faz sentido e reflete o bom senso?" Será que se alinham com a verdade mais profunda que eu intuitivamente sei em meu coração sobre o que é bom e verdadeiro?

Os escritores bíblicos e comunidades que nos deram nossos textos sagrados trouxeram seus preconceitos, condicionamento cultural, crenças, visões de mundo e pressupostos para o processo de descobrir a vontade de Deus, assim como nós fazemos.

Por isso, insisto que, devemos nos esforçar em ler as Escrituras como Jesus as leria, com liberdade e compaixão. Não como os religiosos fundamentalistas as leem.  

 

Rev.Cristiano Valério

Coordenador de Desenvolvimento de Igrejas da Comunidade Metropolitana para o Brasil

Pastor da ICM São Paulo

 

Pagina 1 de 3

RECURSOS

Entrar

45 anos de ICM

icm brasil

 

ICM 45 ANOSAs Igrejas da Comunidade Metropolitana comemoram em 2013, 10 anos de presença no Brasil e 45 anos no Mundo.

Saiba mais sobre a história da Fraternidade Universal das Igrejas da Comunidade Metropolitana. Aqui.

nossa tribo

Cruz ICM

 

ICM Brasil

ICM Brasil

 As Igrejas da Comunidade Metropolitana estão presentes em 14 cidades do Brasil, saiba como participar desta obra fazendo contato conosco. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

ICM Delas

Delas

 ICM Delas – Grupo de mulheres das Igrejas da Comunidade Metropolitana. Venha participar de nossas atividades!

 

ICM em Ação

ICM Ação

 A ICM promove ações na luta contra o preconceito e a discriminação, nossa missão é construir espaços seguros de acolhimento e promoção dos Direitos Humanos.

Go to top