Confira as fotos do nosso Retiro Nacional de Páscoa de 2014 em Fortaleza  AQUI!

Igrejas da Comunidade Metropolitana

Somos uma comunidade de pessoas que compartilham do desejo de viver a mensagem de Jesus de forma a incluir, e não excluir; curar, e não ferir; pacificar, e não guerrear; encorajar, e não desanimar; libertar, e não aprisionar; incentivar a liberdade e criatividade de pensamento.

Home

Cruz ICM

Cruz ICM

 

 

 

 

Cruz ICM - Sinal do Cristianismo Reformado e Radicalmente Inclusivo. Saiba Mais...

Leituras Bíblicas

Liturgia

 

 

 

 

Acompanhem as leituras Bíblicas propostas pelo nosso Lecionário Liturgico.

O Comitê de Nomeação de Moderador/a pede seus comentários para a Seleção de Critérios para o/a Moderador/a da ICM

Queridos/as Amigos/as, Membros, Laicos/as Delegados/as e Clérigos/as da ICM,

Saudações da parte do Comitê de Nomeação de Moderador/a (CNM). Estamos entrando em outro momento crucial na história do movimento e denominação ICM – tempo que pede mais uma vez nossa oração coletiva e discernimento... E pesquisas, muitas pesquisas..

Sabemos que lhes estamos pedindo para participar de varias enquetes: sobre teologia, sobre os Bispos/as e agora, na escolha do/a nosso/a próximo/a Moderador/a. O fato é que existe uma grande necessidade de incluir o ministério global da ICM para dar testemunho significativo deste tempo.

Dito isso, MUITO OBRIGADO por sua disposição em tomar alguns minutos para ler o restante dessa mensagem e esperamos que nos dedique outros 10 ou 15 minutos de seu tempo para que possa compartilhar seus comentários, que são de vital importância para a pesquisa. (Os detalhes daremos mais adiante) Sua disponibilidade nos garante que Você contribui significativamente em determinar a visão e o futuro da ICM nos anos que virão.

Na XXVI Conferencia Geral (26ªCG) da ICM que acontecerá em Victória, Columbia Britânica, Canadá de 4-8 de 2016, nosso/a próximo/a Moderador/a será eleito/a. O dever do CNM é facilitar o processo para selecionar até cinco (5) candidatos para ser apresentados/as a Conferencia Geral para votação, a qual decidirá através dos delegados/as o/a próximo/a Moderador/a.

Para ajudar-nos em nosso trabalho, temos preparado uma pesquisa global e pedimos respostas de todos os membros, delegados clérigos, leigos e amigos da ICM. A pesquisa é o inicio do processo de busca que nos guiará até as atividades da 26ªCG, onde os delegados/as discernir/ao e votarão pelo/a próximo/a Moderador/a da ICM.

O objetivo de nossa pesquisa é obter orientação e discernimento escutando a muitas vozes diversas através da ICM em relação às habilidades e experiências desejadas para o seguinte moderador/a da ICM. Esta enquete eletrônica consiste em dez questões substantivas quanto a sua visão das habilidades mais importantes, atributos e características pessoais do/a próximo/a Moderador da ICM, assim como dez perguntas demográficas.

Para alguns de vocês, ICM tem sido parte de sua vida pessoal e familiar por muitos anos. Para outros, ICM pode ser algo novo ou a grande organização a qual pertence à Igreja a qual participas. Qualquer que seja sua experiência de ICM, tua voz é crucial para a escolha do/a próximo/a Moderador. Suas respostas nos ajudarão a dar forma à seleção de critérios e será parte do perfil da denominação.

É vitalmente importante que o maior número de vozes participe, assim, por favor, motivem a todos/as aqueles/as que se preocupam profundamente com o futuro da ICM para responderem a pesquisa.

Click aqui para ir à pesquisa.

 

A pesquisa se encerra dia 31 de julho de 2014.

Favor responder antes que terminem as próximas quatro (4) semanas.

U m relatório da pesquisa estará disponível dia 30 de setembro de 2014. Tornaremos conhecidos os critérios de seleção dos candidatos/as em novembro. Haverá oportunidades futuras para dialogar e comentar através do processo de escolha para assegurar que o processo seja aberto, transparente e capaz de encontrar os mais qualificados candidatos/as a Moderador/a. 

A chamada ao próximo Moderador/a da ICM é uma das mais emocionantes oportunidades e maiores desafios que enfrentamos, e o resultado do nosso processo de vários anos de busca tem o potencial para transformar significativamente o ministério da ICM como movimento e denominação. Estamos profundamente honrados de que a Junta de Governos em nome da ICM tenha nos designado esta tarefa tão importante. Obrigado por seu apoio e suas orações ao longo deste processo. Não poderíamos fazê-lo sem vocês!

Com Gratidão,

Comitê de Nomeação de Moderador/a da Fraternidade Universal das Igrejas da Comunidade Metropolitana

 

Visite a Homepage do CNM

http://mccchurch.org/moderator-nominating-committee-home/

Visite, Curta e siga a Página do Face book da CNM 

https://www.facebook.com/mccmnc

Leia as biografias dos membros do CNM

http://mccchurch.org/mnc-about-us/

http://mccchurch.org/moderator-nominating-committee-for-general-conference-2016/

http://mccchurch.org/moderator-nominating-committee-alternates-for-general-conference-2016/

Onde encontro o processo de Escolha do CNM?

http://mccchurch.org/moderator-nominating-committee-home/#process

Conhecer mais sobre o Processo de Escolha do/a Moderador/a

http://mccchurch.org/mnc-process/

Um Mês de Oração pela Família ICM

A ICM Brasil está unida em um novo projeto que visa dedicar um mês de oração por cada uma de nossas comunidades na Ibero-América. O projeto tem como principal objetivo nos aproximar e revelar as diversas cores e a grande diversidade de nossas comunidades que em seu cotidiano vivenciam o desafio de ser ICM, a diferença que transforma o mundo. Durante um mês todas as nossas comunidades do Brasil estrão orando por uma ICM, e conhecendo mais de sua história e cultura. Por meio de textos, pratos típicos, e tudo que possa nos aproximar enquanto família.

A ICM de Santo Domingo existente há sete anos na República Dominicana foi a comunidade escolhida para este mês de julho. Vamos conhecer mais sobre ela?

A República Dominicana – “A Terra do arco-íris” Azul, amarelo, verde, vermelho, branco e infinitos tons deslumbrantes. A República Dominicana é a república das cores! Um país de inesgotáveis atrações! A cada domingo juntos iremos desvendar as pitorescas praias de areias branquíssimas e águas cristalinas, os monumentos históricos de vestígios coloniais, o ritmo do merengue, a culinária exótica, os tradicionais charutos e rum, os campos de golfe, os cassinos, os parques nacionais e todas as surpresas indescritíveis guardadas pela República Dominicana.

icm

A ICM de Santo Domingo Um dos primeiros passos para conhecermos uma comunidade é o sabermos mais sobre sua liderança. A ICM de Santo Domingo é liderada pelo Rev. Wilkin Lara. Nascido e criado em Bani o pastor é o primogênito de três irmãos. Wilkin definiu a si mesmo como homem cristão gay. Iniciou a sua formação teológica como seminarista católico na comunidade religiosa dos Missionários do Sagrado Coração. Nos anos seguintes completou a formação solicitada pela Fraternidade Universal das Igrejas da Comunidade Metropolitana. Em 28 de novembro de 2010 foi ordenado e instituído como pastor da ICM Santo Domingo. O Reverendo é cofundador da ICM de Santo Domingo, nascida em 2006. Wilkin é também o Coordenador de Pastoral das igrejas ICM no Caribe. O Rev. Lara, tem MBA em Psicologia Organizacional na Universidade Dominicana O & M em Santo Domingo e é também uma pós-graduação em Relações Públicas. É membro fundador da INERELA das Américas (Rede de líderes religiosos infectados ou pessoalmente afetados pelo HIV / AIDS) e hoje serve como um ponto focal desta rede para o Caribe de língua espanhola). Desde 2006, ele tem servido a comunidade como voluntário para REVASA defensor dos direitos civis da comunidade LBTTS no organismo República Dominicana. Veja um vídeo com as amadas e amados da ICM de Santo Domingo: Aqui

Declaração da reunião de lideranças em Guadalajara

 “O Deus dos céus nos prosperará, somos seus servos/as, levantaremos e edificaremos…” Neemias 2:20a

guadalajaraA Equipe de líderes da Rede Iberoamérica, reunidos em Guadalajara México de 21 a 25 de maio de 2014 afirmamos a ternura acolhedora de Deus que nos chamou de distintos contextos nacionais e culturais para ser servidores/as de sua mensagem de amor inclusivo e transformador em Iberoamérica. Chegamos com a benção de nossas comunidades que nos acompanharam durante esta jornada com suas orações e com suas expressões de boa vontade. Esse entusiasmo e amor das igrejas e ministérios da Rede tem sido pauta do trabalho nos últimos anos, comprometidamente tem feito muito com pouco. É assim que as comunidades da Rede estão alcançando êxito em servir as pessoas mais vulneráveis, denunciar a discriminação contra as comunidades LGBT, elaborar material para a formação de lideranças, entre muitas outras coisas. Esse trabalho comunitário reafirma nossa liderança e nos faz abençoados/as

Não esquecemos que somos parte de um corpo mais amplo que também tem nos acompanhado. Reconhecemos o apoio do Conselho de Bispos/as, da Junta de Governo, nossa Moderadora, da equipe da denominação e não menos importante das centenas de congregações da ICM ao redor do mundo. Este comprometimento mediante orações, apoio financeiro e logístico nos faz afirmar: Somos ICM.

Como ICM abraçamos nossa transformação para assim transformar esse mundo injusto e desigual. Os caminhos para a transformação requer estratégias por isso durante esses dias estudamos o Plano Estratégico 2013-2018 e nos comprometemos a integra-lo a nosso trabalho. Com uma clara visão do chamado profético, retornamos a nossos espaços comunitários comprometidos a “construir comunidades eclesiais de vanguarda que exigem proclamar e promover justiça no mundo.”

A equipe de líderes da Rede Ibero américa foi nomeada a um ano pelo Bispo Rev.Hector Gutierrez, Membro do Conselho de Bispos/as e está integrado por:

Rev. Cristiano Valerio –  Brasil

Rev. Wilkin Lara – Caribe Hispano

Rev. Víctor Bracuto – América do Sul Hispana

Rev. Margarita Sánchez de León - Península Ibérica

Bispo Rev. Héctor Gutiérrez  - México e Coordenador de Líderes

Celebramos a oportunidade de uma reunião “olhos nos olhos” pois nos ajudou a fortalecer e a dar um foco comum a nossa equipe. Estamos criando as bases de nosso trabalho e com nossas decisões de perspectiva global, aumentamos as áreas de colaboração e alianças com cada um dos programas (OFLD, OCLH - , OO*) da ICM.

Entre as decisões mais importantes se destacam:

  • Compromisso em aumentar as igrejas afiliadas e emergentes na Rede.
  • Criar condições para fortalecer e promover igrejas saudáveis na Rede.
  • Criar documentos de formação contextualizados e pertinentes para Ibero américa.
  • Fortalecer e aumentar as lideranças treinadas para o ministério de incluso na ICM.
  • Criar e fortalecer as bases de uma prática de generosidade dentro das igrejas locais e para com a denominação.

Este compromisso das lideranças da Rede de Ibero américa ficou estabelecido como um ato litúrgico. Tomamos sementes de feijão (alimento comum para uma boa parte dos povos representados na Rede) como símbolo do processo iniciado, plantamos na confiança de que o Senhor das sementes e da terra, fará crescer e frutificar.

Com essa confiança regressamos para nossos países e nossos labores cotidianos… e quando o novo edifício da ICM ficar pronto, diremos como profeta Neemias: “Lembra-te de nós, ó Deus, para sempre!”

Equipe de Liderança Iberoamericana

Rev. Cristiano Valerio  Rev. Wilkin Lara

Rev. Víctor Bracuto Rev. Margarita Sánchez de León

Bispo Rev. Héctor Gutiérrez 

 

*OFLD - Escritório de Formação e Desenvolvimento de Lideranças, OCLH – Escritório de Vida e Saúde da Igreja, OO – Escritório de Operações

 

MANIFESTO DE REPÚDIO DA FRATERNIDADE UNIVERSAL DAS IGREJAS DA COMUNIDADE METROPOLITANA CONTRA A DECISÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA 17ª VARA FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

Em pleno século 21, quando a ciência se debruça sobre os avanços do conhecimento sobre os mais distantes planetas, sobre os seres vivos mais pequeninos; quando a robótica se ajusta às proporções microscópicas e quando a investigação sobre o passado humano é capaz de reconstituir cenários de séculos de história soterrados pela poeira do tempo, a Justiça Federal do Rio de Janeiro parece se esquecer de seu legítimo papel pertinente ao poder judiciário e se envereda por caminhos do conhecimento que não são os seus e definitivamente não lhe dizem respeito.

Em decisão inconstitucional, o Juiz Eugenio Rosa de Araújo, da 17ª Vara Federal do Rio de Janeiro - Brasil, argumentou que “manifestações religiosas afro-brasileiras não se constituem religião”, com base nas seguinte premissas: que “cultos afro-brasileiros não constituem religião”; que as “manifestações religiosas não contêm traços necessários de uma religião a saber, um texto base (corão, bíblia etc..), estrutura hierárquica e um Deus a ser venerado”; que não há “malferimento de um sistema de fé”, posto que, na sua visão, não há colidência, mas sim concorrência de alguns direitos fundamentais.

Diante dessa decisão, a Fraternidade Universal das Igrejas da Comunidade Metropolitana considera que:
• A Justiça do Rio desconsidera os mais de trezentos anos de escravidão que constituem a história do Brasil, por meio da qual milhões de africanos/as foram trazidos para este país sob o mesmo pretexto sob qual se funda tal decisão: acreditar que alguns povos no mundo não são reconhecidos como humanos, justificando o rebaixamento de suas práticas, de ritos, de sua dignidade e de sua fé;

• A Justiça do Rio desconsidera a intolerância religiosa da qual que a umbanda e o candomblé são as principais vítimas no Brasil. Desde o Período Colonial, a religião da população negra escravizada foi demonizada e suas práticas atribuídas ao diabo como estratégia para legitimar a escravidão e o poder dos colonizadores sobre os africanos escravizados;

• A Justiça do Rio desconsidera a própria história do Brasil, e o aprendizado que ela nos traz. Ao olharmos para o passado, vemos que as práticas religiosas dos nossos irmãos e irmãs afrodescendentes eram perseguidas, bem como proibidas. Isto porque antes de se tornar uma república, o estado do Brasil não era laico, mas ligado à religião católica. E esta ligação, mesmo rompida futuramente, continuou influenciando os legisladores do país;

• A Justiça do Rio desconsidera a própria Constituição, em cujo texto, de 1988, consta que o Brasil é um país laico, e que isto significa não haver qualquer paixão religiosa no estado, em nenhum dos seus poderes: nem no legislativo, nem no executivo, e nem no judiciário. Portanto, não compete à Justiça do Rio priorizar uma religião em detrimento da outra. Muito menos definir que uma fé pode ser considerada religião e a outra não;

• A Justiça do Rio desconsidera o conhecimento teológico que o mundo inteiro construiu e acumulou, e que entende que algumas religiões são canônicas e outras não. Algumas religiões são monoteístas e outras, politeístas. Algumas religiões seguem a tradição escrita, outras, a tradição oral. Para o juiz que proferiu a sentença, só pode ser considerada religião a fé que está fundada em um livro sagrado e que professa a crença em um deus. Budistas, hindus, xintoístas, wiccas, e outras religiões que não sejam o judaísmo, o cristianismo ou o islamismo automaticamente deixam de ser consideradas religião, se concordamos com tal concepção. As religiões não judaico-cristãs do mundo inteiro anteriores a Moisés e exteriores à Palestina estão condenadas a serem qualquer coisa, menos religião;

• Por fim, a Justiça do Rio não considerou o profundo racismo do qual ela própria se alimenta e que tanta destruição tem trazido para brasileiros e brasileiras. É através de pensamentos como este que terreiros de umbanda e candomblé são destruídos por fanáticos religiosos cristãos, que invadem os templos dos nossos irmãos e irmãs, quebram seus objetos de culto e tornam suas vidas um verdadeiro inferno! Por acreditarem que outras religiões não merecem ser sequer consideradas como religião, xingam-se mães-de-santo nas ruas, demonizam-se os cultos afrobrasileiros, crianças são vítimas de bullying nas escolas, simplesmente por não acreditarem no Deus cristão.

Nós, a Fraternidade Universal das Igrejas da Comunidade Metropolitana, nos solidarizamos aos nossos irmãos e irmãs da umbanda e do candomblé, e a todos os praticantes das religiões de matriz africana, que nesse momento sofrem por temerem que a decisão da Justiça do Rio crie subsídios para que atos de intolerância religiosa sejam cometidos e legitimados com a conivência/leniência do estado. E, se nos calarmos, e se nada for feito contra esse abuso de poder, e se não nos posicionarmos para que o mundo inteiro saiba que a Idade Média é no Brasil, esses atos infelizmente acontecerão, nós sabemos. Nós, a Igreja da Comunidade Metropolitana, fraternidade formada por cristãos e cristãs do mundo inteiro, repudiamos a decisão da Justiça Federal do Rio de Janeiro e somamos nossas vozes aos cantos de sofrimento e dor do povo negro que ainda hoje sofre na pele as marcas de sangue causadas pelos chicotes racistas da civilização branca.

Bispo Hector

 

 

Reverendo Bispo Hector Gutiérrez
Bispo das Igrejas da Comunidade Metropolitana da América Latina

 

Rev.Nancy

 

 

 

Reverenda Bispa Drª Nancy Wilson
Moderadora da Fraternidade Universal das Igrejas da Comunidade Metropolitana

Pagina 1 de 4

Assine para receber Notícias da ICM Brasil

RECURSOS

Entrar

45 anos de ICM

icm brasil

 

ICM 45 ANOSAs Igrejas da Comunidade Metropolitana comemoram em 2013, 10 anos de presença no Brasil e 45 anos no Mundo.

Saiba mais sobre a história da Fraternidade Universal das Igrejas da Comunidade Metropolitana. Aqui.

nossa tribo

Cruz ICM

 

ICM Brasil

ICM Brasil

 As Igrejas da Comunidade Metropolitana estão presentes em 14 cidades do Brasil, saiba como participar desta obra fazendo contato conosco. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

ICM Delas

Delas

 ICM Delas – Grupo de mulheres das Igrejas da Comunidade Metropolitana. Venha participar de nossas atividades!

 

ICM em Ação

ICM Ação

 A ICM promove ações na luta contra o preconceito e a discriminação, nossa missão é construir espaços seguros de acolhimento e promoção dos Direitos Humanos.

Go to top